INFOFPAS – Intérprete de LGP

A FPAS alertou o gabinete e Adjunto do Primeiro-Ministro Passos Coelho para a situação do acesso à comunicação nacional das Pessoas Surdas, chamando à atenção que não havia intérprete nas comunicações televisivas e que a Comunidade Surda não recebia quaisquer informações.

Marcou-se uma reunião e revelámos a preocupação com a situação da Comunidade Surda, ou seja, nas televisões aparecem informações e notícias de última hora em que surgem discussões de políticos sem presença do ILGP. O Estado deve preocupar-se a nível nacional com as pessoas com deficiência que têm acesso à informação e à televisão através do som, mas onde está o acesso das Pessoas Surdas à informação sem o ILGP no quadrado da televisão.

A FPAS deve lutar e alertar o Estado, sendo que o Conselho de Ministros tinha conhecimento da situação e vai tratar desta situação. Esperamos que tudo se resolva.

A FPAS alertou também o Estado para a situação das Pessoas Surdas com o aumento do desemprego, as dificuldade de acesso à informação, comunicação, legislação, para a qual a maioria não tem conhecimento. O desemprego das Pessoas Surdas aumentou principalmente no norte do País, devendo formar uma parceira com o Estado através do IEFP para tratar de resolver esta situação.

A FPAS explicou também que o Movimento Associativo da Comunidade Surda diminuiu por falta de verbas de apoio, que sofreram cortes do Estado. Deverá apoiar o mínimo para dar uma sensibilização para melhorar a situação, articulando com o INR.