INFOFPAS – Nova direção

Olá, meu nome gestual é este, o meu nome é Pedro Costa e sou o Presidente da Direção da FPAS. Antes de mais, gostava de dizer que a Direção foi eleita em fevereiro e tinha prometido divulgar mensalmente os trabalhos realizados. Porém, não tivemos tempo porque assumimos os trabalhos da Direção anterior e o trabalho tem sido muito. A nossa preocupação imediata foi definir a responsabilidade de cada membro e começámos a fazer contatos para resolver as situações preocupantes das Pessoas Surdas, da Comunidade Surda e do Movimento Associativo.

Sobre a situação das Associações Filiadas, este pelouro ficou a cargo do meu Colega Carlos Martins, que brevemente vai explicar os vários pontos sobre as Associações Filiadas.

A FPAS está a desenvolver um trabalho próximo com o Instituto Nacional para a Reabilitação, IP (INR), para o qual o Estado encaminha as questões normalmente quando a FPAS contatava diretamente o Estado. Por exemplo, a FPAS deverá ser sempre a “porta-voz” para atender os problemas das Pessoas Surdas e Associações de Surdos, nomeadamente sobre educação, emprego, saúde, entre outros.

A FPAS está a planear organizar um fundo para entregar às Associações de Surdos para desenvolverem atividades de interesse para a Comunidade Surda. Mas isto ainda não está definido e o trabalho está em andamento.

A FPAS irá elaborar uma carta para todos os serviços de atendimento, nomeadamente Segurança Social, alertando para as dificuldades enfrentadas pelas Pessoas Surdas. Por exemplo uma Pessoa Surda vai ser atendida e sente dificuldade de comunicar, como tal, há necessidade de existir serviço de interpretação. Esta carta irá mostrar a nossa preocupação com a situação das Pessoas Surdas.

A FPAS irá colaborar com o INR em vários temas, por exemplo, saúde, emprego, educação, entre outros, para nos receber e apresentarmos as preocupações e dificuldades das Pessoas Surdas.