Objectivos

Ao ser eleita para cumprir o mandato 2013-2014, a Direção da FPAS assumiu a responsabilidade e o compromisso de defender os direitos e interesses das Associações Filiadas e de toda a Comunidade Surda, lutando por promover o espírito de união entre todos e por representar a Comunidade Surda a nível nacional e internacional.

Assim, iremos desenvolver um trabalho que acompanhe a Carta Social da Pessoa Surda aprovada no V Congresso Nacional de Surdos, realizado no passado mês de Novembro. Este trabalho deve passar por dar resposta a um conjunto de diretrizes nas mais variadas áreas de atuação, nomeadamente no âmbito das Famílias com Crianças e Jovens Surdos, das Crianças Surdas, dos Jovens Surdos, dos Surdos Seniores, das Pessoas Surdas com outras Deficiências e/ou Doença Mental, da Igualdade de Oportunidades, da Educação, do Emprego e da Formação Profissional e da Informação e da Cultura.

Prosseguindo com o papel de ponte de comunicação entre o Governo/Entidades Públicas/Entidades Privadas e a Comunidade Surda, a FPAS irá continuar a trabalhar para acompanhar as políticas e o trabalho do Governo para que este tenha conhecimento das necessidades reais e urgentes da Comunidade Surda. É fundamental que as entidades competentes reconheçam o papel de direito e destaque das Pessoas Surdas na sociedade, porque só assim poderemos desempenhar o nosso papel de cidadãos ativos que somos.

Ainda nesta linha de funcionar como ponte da Comunidade Surda, pensamos que é também fundamental criar novos protocolos de cooperação com Entidades Públicas e Privadas que beneficiem as Pessoas Surdas, seguindo o exemplo dos protocolos já existentes com o Ministério da Justiça, com o Instituto da Segurança Social, IP, com a Brisa – Auto-Estradas de Portugal, SA, com a ASCENDI, entre outros.

A nível das estruturas internas, a FPAS deverá procurar desenvolver as mesmas de modo a dar resposta às necessidades existentes e, assim, assegurar as devidas condições de funcionamento para cumprir o trabalho da FPAS. Neste sentido, iremos trabalhar para desenvolver novos departamentos que nos permitam assegurar atividades/medidas em áreas específicas de atuação (por exemplo, Departamento para os Jovens Surdos, Departamento Jurídico, entre outros). Ainda sobre as estruturas internas e externas da FPAS, consideramos ser importante promover algumas propostas/alterações ao Regulamento Interno da FPAS.

Sem dúvida que um ponto fundamental do nosso trabalho é assegurar uma rede de apoio e uma comunicação aberta com as Associações Filiadas, criando oportunidades de diálogo e abrindo os canais de comunicação. Neste sentido, pensou-se também na criação de um Conselho de Presidentes de Associações, que terá como base a realização de reuniões de trabalho com os Presidentes e Direções das Associações Filiadas de modo a podermos acompanhar o trabalho das nossas Filiadas e quais as suas necessidades/dúvidas/problemas.

Fortalecida a rede de apoio às nossas atuais Filiadas, esperamos também contatar/colaborar com as restantes Associações de Surdos e aumentar o número de Associações Filiadas, já que consideramos fundamental que estejamos todos unidos numa só luta pela Comunidade Surda e pelo Movimento Associativo.

A nível dos canais de comunicação, a FPAS irá promover uma reformulação do nosso site, garantindo que o mesmo é constantemente atualizado com conteúdos relevantes. Para além disso, o recurso à nossa página de facebook tem-se revelado um importante canal de comunicação, já que a informação chega rapidamente à maioria das pessoas. Neste sentido, estes dois pontos, bem como o nosso e-mail, serão fulcrais para mantermos uma rede de informação/comunicação forte e aberta e para estarmos em constante contato com as Associações Filiadas, com as Associações Não Filiadas, com a EUD e a WFD, com o Governo, com Entidades Públicas/Privadas e, com a sociedade em geral.

Com base no que foi exposto, a Direção da FPAS vai lutar por desenvolver um trabalho coeso e de liderança pela defesa da Comunidade Surda, mas sempre mantendo em mente que estamos disponíveis a comunicar com todos de modo a que juntos possamos fazer um bom trabalho.

Agradecemos a todos o voto de confiança que nos foi dado e contamos convosco para lutarmos em prol da Comunidade Surda!

FPAS - Brisa EMERGENCIA JPG