Monthly Archives: Abril 2019

INFOFPAS – Informação sobre “As Acessibilidades do Parlamento”

Resumo do vídeo:

 Informa-se que, no passado dia 29/Março/2019, eu (Presidente da Direção) representei a FPAS como orador no Debate “As Acessibilidades do Parlamento” (incluído no Curso de Formação Interparlamentar CPLG/ASG-PLP, que decorreu na Assembleia da República). Falei do tema “As Acessibilidades do Parlamento”, em que referi alguns pontos positivos e outros negativos, sempre com a perspetiva de melhorar no futuro. Os Representantes da CPLG (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) deixaram os seus comentários e partilharam a sua experiência. Notei que Portugal e Brasil parecem estar num nível melhor em relação a outros países, mas há sempre melhorias a fazer em prol da acessibilidade da Comunidade Surda.

Por último, alertei os Representantes da CPLG/ASG-PLP que não se podem esquecer da Língua Gestual de cada país (CPLG). Há cerca de 3 anos, a FPAS enviou um ofício a CPLG a solicitar uma reunião, mas não teve resposta. O objetivo seria promover um encontro ou um workshop sobre a Língua Gestual, com representantes Surdos (CPLG). Todos entenderam e vai tentar-se resolver.

INFOFPAS – 2019 XVIII Congresso Mundial da Federação Mundial de Surdos (WDF – World Federation of the Deaf)

Resumo do vídeo:
Olá a todos!
Estamos em 2019 e este ano realiza-se um novo encontro da Comunidade Surda internacional e das Línguas Gestuais dos vários países. A Federação Mundial de Surdos (WDF – World Federation of the Deaf) vai realizar o XVIII Congresso Mundial da WFD nos dias 23 a 27 de julho de 2019 em Paris – França, com a colaboração da sua filiada Fédération Nationele des Sourds de France.
Toda a informação sobre este Congresso Mundial está disponível no website https://www.wfdcongress2019.org/, onde têm informação em Gestos Internacionais (GI) e em língua inglesa (escrito) sobre as inscrições, o programa, os oradores, os transportes, os alojamentos, entre outros pontos.
A FPAS precisa de saber quem vai participar neste Congresso Mundial e pedimos que nos informem através do nosso e-mail fpas@fpasurdos.pt, indicando o vosso nome e número de registo de participante no Congresso Mundial. Pedimos que nos informem sobre isto antes do dia 30/abril/2019. Isto porque a FPAS vai depois articular para conseguir os Intérpretes de LGP/GI para participarem e acompanharem as pessoas Surdas portuguesas sobre as informações durante este Congresso Mundial (GI-LGP ou LGP-GI). Depois de recebermos a vossa informação sobre a inscrição (até 30/abril/2019), a FPAS vai chamar os Intérpretes para se poderem inscrever e depois vamos analisar para se poder indicar à organização sobre os Intérpretes portugueses que irão acompanhar a comitiva portuguesa neste Congresso Mundial.
Espero encontrar-vos em Paris! Obrigado!

INFOFPAS – Informação sobre Eleições Europeias 2019 (Candidato Amílcar Morais)

Resumo do vídeo:

Como sabem, este ano os cidadãos portugueses e europeus preparam-se para decidir e votar nas Eleições Europeias de 2019, que se realizam no mês de maio. Nós também votamos no nosso País para escolher os deputados que nos vão representar no Parlamento Europeu.

Os partidos portugueses já apresentaram as suas respetivas listas com referência aos líderes e aos membros das listas de cada partido e também apresentaram os seus programas/objetivos.

É já conhecido que um partido tem uma Pessoa Surda na sua lista, que é o Bloco de Esquerda (BE), com a lista liderada pela candidata Marisa Matias: trata-se de Amílcar Morais. É com muito orgulho que vemos esta candidatura, porque é a primeira vez que temos um candidato português Surdo e damos os parabéns a Amílcar Morais, que está inserido ativamente e muito próximo da Comunidade Surda.

Amílcar Morais tem 43 anos, reside em Sintra, fazendo parte de uma família que tem a Língua Gestual Portuguesa (LGP) como língua nativa/materna (Pais e Irmã Surdos). Estudou nas escolas de Surdos e ouvintes e, após terminar o 12º ano, licenciou-se em LGP na Universidade Católica Portuguesa. É Docente de LGP no CED Jacob Rodrigues Pereira (Casa Pia de Lisboa, IP). É mestrando em Sociologia no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa e, em breve, vai ser marcada a sua defesa de prova do mestrado. É Professor Assistente Convidado na Escola Superior de Educação de Coimbra – Instituto Politécnico de Coimbra (ESEC/IPC). É Vice-Presidente da Federação Portuguesa das Associações de Surdos (FPAS) e colaborador da Comissão para a Defesa de Língua Gestual Portuguesa (CDLGP). Publicou vários artigos sobre a Educação de Surdos, o Implante Coclear e diversos pontos de vistas sociológicos ligados à Comunidade Surda e ao conceito de liderança.

A FPAS felicita Amílcar Morais por esta candidatura, enquanto cidadão Surdo ativo que integra e participa no Movimento Associativo Surdo e que é um representante que conhece a nossa realidade. Ter um representante Surdo do nosso País no Parlamento Europeu será um importante passo pela Comunidade Surda Portuguesa e, como tal, esperamos que o candidato Amílcar Morais consiga ter esta oportunidade. Boa sorte na sua candidatura!

INFOFPAS – Informação sobre Reunião com ANPC (26/Março/2019)

Resumo do vídeo:

A reunião realizou-se em 26/Março/2019, na sede da ANPC, entre representantes da FPAS (Pedro Costa, Shaiza Jethá e Pedro Silva) e representantes do Gabinete do Secretário de Estado da Proteção Civil e da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Esta reunião teve o principal objetivo de articular sobre as necessidades das Pessoas Surdas e da Comunidade Surda e sobre as dificuldades/barreiras de acessibilidade.

Uma das situações mais preocupantes é a falta de acessibilidade das Pessoas Surdas no acesso à informação/comunicação de uma forma geral e de uma forma particular nos comunicados que são feitos à população pelas Entidades Governamentais e pela Proteção Civil. Os comunicados/informações transmitidas à população sobre os incêndios de 2017 ou sobre o furacão Leslie foram mais um exemplo das barreiras vividas diariamente pelas Pessoas Surdas em Portugal.

Neste sentido, consideramos importante dar resposta a alguns pontos, ficando a FPAS disponível para articular/colaborar sobre os mesmos:

  1. As comunicações feitas em direto para a população devem ter sempre presente ILGP, de forma a assegurar a devida acessibilidade da Comunidade Surda.

Também importante será alertar os canais televisivos (RTP, SIC, TVI, CMTV) para a presença do ILGP nos comunicados.

  1. Quando os Representantes do Governo/ANPC fazem os comunicados a partir dos locais de ocorrência/tragédia ou outros locais (canais televisivos, por exemplo), o/a ILGP deverá estar também presente para interpretar a referida comunicação.
  2. Ao nível do website da ANCP (http://www.prociv.pt/), considera-se que o mesmo não está devidamente acessível para a Comunidade Surda, uma vez que a informação disponibilizada não está em Língua Gestual Portuguesa (LGP) que é a língua materna das Pessoas Surdas. A proposta será analisar a informação disponibilizada em texto e interpretar para vídeos acessíveis em LGP para a Comunidade Surda (incluir também legendagem em português para abranger toda a população Surda).

Em conclusão, a FPAS articulou sobre as várias preocupações existentes, tendo a ANPC registado as mesmas. Durante este ano, vamos continuar a trabalhar e a articular para dar resposta às várias situações.

Esperamos que este tenha sido mais um passo para trabalharmos por um futuro acessível e uma maior qualidade de vida de todas as Pessoas Surdas.